segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Me ouve, tempo, me ouve...

video

[Maria Gadú - versão de Oração ao Tempo]

Não dá pra acreditar. Falta um bocado ainda mas logo chega meu aniversário. Junto chega o inferno astral, aquela semana terrivis de aniversário. Mas o que eu não to acreditando mesmo é nessa menina. Ela acha que só porque tem nome de doce pode se grudar em mim de qualquer jeito. 

Outro dia a gente se trombou por aí, e eu fiquei sem jeito e disse para que não me odiasse. Ela, cheia daquele mel, mel de Mel, só me disse assim: 

Nem perto disso.

Da onde ela tira tanto amor estranho por mim? ela eu não sei. mas você eu sei sim. é do mesmo lugar que eu tiro por você. tin-tin pra gente brindar àquela balada e a tudo o que ela trouxe pra gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Às vezes até um smile agrada a quem escreve.