quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Capítulo 3

video 

(Eu Te Devoro - Djavan)

Mesmo assim eu te devoro...

(thank u for the 7000 views, bitches!!!)

[EDIT]

Ok nao suportei esperar pra postar de novo. eu sinto falta dos meus posts enormes e tentadores.  eram todos tão sinceros...e eu sinto decepcionar mas nao sou mais transparente aqui. tem tipo uma capsula de hipocrisia que me envolve agora. talvez seja porque muita coisa mudou daqueles tempos pra ca. e é tao bom postar ao som de Boyce Avenue. parece que terei que me apresentar de novo. bom, uma verdade: aqui, dentro desse mundo que eu criei, eu sou COMPLETAMENTE dominada pelos sentimentos. e acho que da pra perceber pelas tags que, sem dúvida, sou dominada pelo amor. é disso que eu gosto, eu gosto do cheiro que o amor tem.
eu nao suporto letras maiúsculas, só em coisas que considero importantes ou seila. acentos nao me importam muito. costumo escrever com frases aleatórias e nunca paro pra ver o que estou escrevendo, simplesmente deixo os dedos correrem ao som de alguma música. dou enter quando meu pensamento muda.

teve um dia em que estávamos lá e eu fiquei esperando pra ver o que ia acontecer. nada. ou tudo? nunca sei. daí te odeio. me sinto a maior idiota do mundo por estar ali. e daí, passa. ué, passa passando. daí ouço essas músicas e sinto alguma coisa que eu nao sei explicar. é só estranho. eu estaria agora no meio da rua, ouvindo essa voz maravilhosa e vivendo algum momento inesquecível com vocês. vocês quem? vocês. desculpe, eu me perdi trocando a música...nem sei meu nome agora.

ah é. tem um monte de gente que posta aqui. e acho que vocês logo perceberão quem é quem...mesmo porque ela vem chegando aí.

nao me importo com o que ela pensa. sério mesmo, nao to nem aqui pra isso. eu só tenho um objetivo e é sempre ele a minha prioridade. o certo, o errado, o politicamente correto e o caralho a 4 nao me importam. eu gosto mesmo é dela. nao tem jeito. nao sei como tudo isso começou e na verdade espero nunca pensar nisso com muita vontade. é tao bom... e você, você é incrivel. eu consigo reparar no canto dela, no jeito como ela se abre espontaneamente quando me ve. consigo reparar nas suas mãos trêmulas, procurando um bolso Acme ou uma serra! eu conseguiria te provar que eu sou real. eu juro que conseguiria fazer voce ouvir todo o meu silêncio e, nele, ouvir a minha entrega à felicidade. eu nao consigo mais nao poder te fazer linda como voce merece. voce dificulta tanto, tudo. eu só queria ver como voce ficaria com os meus cabelos longos, lisos e pretos no seu pescoço. se abre, menina, deixa todo esse meu mel te grudar em mim...

Mel.

[/EDIT]



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Às vezes até um smile agrada a quem escreve.